Padre Antonio Vieira I – Sermão de quarta-feira de cinzas

vieira 2“Já somos pó e não pode deixar de ser. Distinguimo-nos, os vivos dos mortos assim como se distingue o pó do pó. Os vivos são pó levantado, os mortos são pó caído; os vivos são pó que anda, os mortos são pó que jaz.”

 Eis um breve resumo do “Sermão de quarta-feira de cinzas”  escrito por  Pe. Antônio Vieira no século XVII. O padre escreve verdades que poucos são capazes de entender. Muitos  se preocupam somente com a vida na terra, mas esquecem de que ela não é eterna. Nesse curto tempo em que vivemos aqui, não devemos nos apegar as coisas materiais e, para o autor, devemos cuidar da nossa alma.

É realmente mágico o modo como Antônio Vieira nos faz ver a vida, usando as palavras certas para nos mostrar coisas das quais já estamos cansados de saber, mas que muitas vezes nos esquecemos. Essa frase “Sois pó e em pó vos haveis de converter”, já nos é falada desde que nascemos, mas nos preocupamos tanto com a vida cotidiana e coisas materiais que nos esquecemos de verdades simples como essa, que Antônio Vieira faz questão de nos lembrar com sábias palavras.

 Por Beatriz Lima, Caroline Schimitt, Guilherme Teófilo e Thais Takabaiashi (1º ETIM – Etec de Cotia)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>